Arquivo da categoria: Teologia da Prosperidade

O dEUS-GOSPEL É SHOW!

Imagem-fonte In Go(l)d We Trust

O deus-gospel é o deus do momento
Muita atração e excessivo divertimento
Pouca comunhão e muita azaração
Esse deus é demais, tem sabor de mel, de tudo restitui
isso é que seduz

Essa é a nossa geração! geração-unção, geração-chuva, geração-sonhos
geração-show, geração-reteté, aquela que não fica de pé…Tem que cair mesmo…Ops!
Vamos gritar,dançar, vamos tirar o pé do chão e cantar esse louvorzão.

Queremos é tatuar, sair por aí e marchar, marchar com todos os atos, que barato!
Afinal somos uma só nação, um só show-fé, um só shofar, um só paganismo de amor.

Esse é o nosso deus-gospel!

“Infeliz é o povo, cujo gospel é o senhor”

Mário Celso




E Daí…?

E DAÍ…? É isso mesmo que presenciei ao passar em frente a um dos templos da IURD. Várias pessoas num compasso rítmico com o “pregador”, como se fosse aeróbica, todas sendo a maioria mulheres, vestidas com umas camisetas e com letras bem garrafais escritas assim: ” E DAÍ…? ” (pena que eu não estava com uma câmera fotográfica).



Atrás do púlpito estava um fogo ardilosamente artificial, e um pregador inescrupulosamente afoito, falando as mais insanas coisas…E todos o acompanhavam levantando as mãos como se fosse um ‘clamor’.



Bem, na verdade não parei pra ouvir mais coisas, até porque o que eu vi, foi o suficiente pra pensar e analisar comigo…Que tanta criatividade desse povo…Que tanta apelação humana!



O que mais me chocou na verdade, foi essa expressão (E DAÍ…?) , que no momento fiquei sem entender o sentido da coisa…Que de fato eles estavam pensando quando teve a essa idéia?



E daí o quê ? Essa pra mim, é uma das mais criativas expressões da alma desaforada e da arrogante e impiedosa manipulação religiosa, que faz algo tendencioso maligno, sem se importar com o próximo.



É isso que eles pensam mesmo; e afirmam messianicamente…


E DAÍ…Se a gente pensa em grana mesmo;


E DAÍ…Se o que a gente quer é poder;


E DAÍ…Se gostamos é de barganhas afim de tirar as banhas dos tolos;


E DAÍ…Se temos um líder apóstata que aposta na fé-mercadoria imposta;


E DAÍ…Se temos prosperidade e buscamos isso;


E DAÍ…Se você entra nas nossas campanhas e não recebe o que prometemos, é porque não exerceu a fé dos…(um monte de personagens do Antigo Testamento, escolha uma!);

E DAÍ…Se o negócio aqui dá certo, enquanto muitos ficam nessa historinha de evangelho simples e não ganha nada…

Esse é o pensamento EDAÍista prevalecente nas mentes iurdianas…
A estes, sempre lembrarei no que falou Pedro em sua carta…” E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção…”
Mário Celso


O Caminho Mais Rápido Para Ser Um Cristão Rico e Próspero


Saiba como de maneira mais fácil e com rapidez torna-se um crente rico e próspero. Foram adotados por muitos e se (acabaram) dando certo. Esse é o caminho com seus atalhos e trilhas. Siga-o.

  1. Nunca aceite derrotas financeiras, até porque derrota não é coisa de cristão. Aprenda a determinar usando a fé para tomar posse das bençãos materiais;
  2. Leia todas as cartilhas dos pioneiros da fé-fácil-rápida tais como Essek W. Kenyon, Kenneth Hagin, Kenneth Copeland, Benny Hinn, Morris Cerrulo, e muitos outros;
  3. Assista a todas as programações de show-culto idealizados pelos propagadores do mercado da fé
  4. Coloque na sua mente a positiva confissão das “promessas”. Saiba que você é cabeça e não cauda. Diga “EU POSSO” isso durante várias vezes no dia, assim afastará o espírito do conformismo material, e ainda faça como fizeram os homens do passado nos quais diziam “o que eu confesso, eu possuo”;
  5. Use corretamente a sua mente, pois poderá reivindicar todos os benefícios da fé, aliás queira sempre de volta o que é teu, não aceite a perda. Nesse reino a palavra PERDER não tem vez…É só vitória!;

6. Abasteça os GRANDES HOMENS DA FÉ com seus dízimos, votos de prosperidades, e se não der certo tente o TRÍZIMO, pois você terá que sacrificar o teu I$aque!

Ah!, já estava me esquecendo, não esqueça de orar a deu$ pela rapidez e do montante do dinheiro que chegou em suas mãos, mesmo que seja por maneira ilícita e propineira.
Existem mais coisas, mas comece a cumprir esses requisitos e veja o que vai acontecer!
Mário Celso, na triste realidade do caos estabelecido no reino-igreja-homens aqui no Brasil.

Malignant Prosperity

Recommended Reading: Jeremiah 22.13-23

Jeremiah the prophet, verbalize a sentence against the king Jehoiakim, king of Judah The oracle had a weight. The outbreak of luxurious living, a selfish king who unlike his father, Josiah expanded and embellished his palace at the cost of labor and unpaid uprightly. The oppression was their insignia. So the prophet declares, “Woe to him who builds his house by unrighteousness, and his chambers without any right, which relies on the service of his neighbor without pay, and does not give you the salary” The noble opulence of a king were self-centered people being slaughtered on account of the infamous power.

History has always witnessed such cases, when the arrogance of power generates and massacre the weak.

While the king was worried that houses Extremament comfortable so that would compete with the cedar in its aesthetic and architectural beauty of the season, the poor and downtrodden was at the mercy of chaos which extended throughout the kingdom … In contrast to his father, in which its erection was the exercise justice and righteousness so that everything happened as well … And he then challenges the most pertinent of all questions for a king “He judged the cause of the poor and needy, so all went well, is not this to know me,” says the LORD. To God, the know it is just housing in our midst the fair trial to the distressed and poor.

Jehoiakim did not know God. He knew the power, greed and violence. Its prosperity was so evil, since it had the value of the next. Any wealth that we waste at the expense of the underprivileged, is absolutely evil. It is the devil himself.

Worst of all, what we see today, is that race means for grasping the most varied expressions and religious, political and ideological. Prosperity generates a malignant spiritual deafness. God speaks and he will never hear, then covered her ears to the cry of the poor, and shut their ears to God. “I spoke to you in your prosperity, but you said I will not listen. This has been your way from your youth, because I never obeyed my voice.”

God preserve us from the power generated by the stubbornness and deafness before his voice … and deliver us from all the prosperity that triggers the good of my neighbor …

Tenderly

Mario Celso

Você só Ganha se "Deus" Te Usar!!!

Parece brincadeira, a concepção de alguns cristãos, em relação aquilo que se chama obra de Deus. Deus, não é pra ser mais reverenciado, mas sim usado, de forma utilitária e pragmática.

Se eu coordeno uma ação, ou quem sabe uma pregação e dela elocubro dizendo que Deus está me usando, mesmo sendo para o mal, um grande número tende a acreditar nisso, mesmo sendo falácia em nome de Deus…

Alguns realmente forçam a “barra” nas preleções, afim de serem admirados por muitos e quem sabe até barganhar uma gorjeta prédica…

Digo isso no que ouço,vejo por muito tempo…Se a pregação não soar um “glória a Deus” dos ouvintes é sinal que Deus não está te usando…E ainda existem aqueles que creem e afirmam que se não existir uma produção lacrimal durante o culto, Deus não está “operando”…

Porque eu falo isso? Vejo pregadores suando a camisa para arrancar um “aleluia” da multidão e se não tiver a reação “pentecostal” da pregação por parte dos que o ouvem, começam então a apelação-prédica das mais variadas possíveis. Resumindo muitos só acham que Deus está usando o pregador se estiverem uma interconexão satisfatória remetendo-os a um “êxtase” espiritual de todos.

Se a mensagem for aquela de pensar, analisar, ponderar e refletir essa é uma mensagem “fria” do ponto de vista de alguns crentes…Por que será? Será que Deus não gosta de quem pensa? Será que a mensagem de âmbito cutâneo que fibrila o coração é só a mensagem divina?Se a tônica de nossa mensagem for espada do SENHOR ninguém dá “glória a Deus”…mas se a mensagem for essa “Visto que andam enganando, sim, enganando o meu povo, dizendo: Paz, quando não há paz..” essa é mensagem de Deus…Mesmo sabendo que “Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz.”

Outro dia eu conversando com uma pessoa, ele declarou assim…”olha, lá aonde eu estou é muito bom…tem muita gente de grana lá…e ainda se você pregar e Deus estiver te usando tal e tal, eles enchem o nosso bolso de dinheiro…” Ou seja, você só ganha se Deus te usar…

Fiquem atentos!

Com amor,

Mário Celso


Prosperidade Maligna

Leitura Recomendada: Jeremias 22.13-23

Jeremias, o profeta, verbaliza uma sentença contra o rei Jeoaquim, então rei de Judá. O oráculo tinha um peso. A deflagração do viver luxuoso, egoísta de um rei que ao contrário do seu pai, Josias expandiu e embelezou o seu palácio a custo de trabalhos forçado e não remunerados retamente.

A opressão era a sua insígnia. Por isso o profeta declara “Ai daquele que edifica a sua casa com injustiça, e os seus aposentos sem direito; que se vale do serviço do seu próximo sem paga, e não lhe dá o salário” Na opulência nobre de um rei egocêntrico existiam pessoas sendo massacradas por conta do famigerado poder. A história sempre testemunhou tais casos, quando a soberbia de poder gera pisamento e massacre ao mais fraco.

Enquanto o rei preocupara-se com casas extremamentes confortáveis de modo que competiria com o cedro na sua beleza estética e arquitetônica da época, o pobre e o injustiçado estava à mercê do caos que se extendia em todo o reino…Contrastando com o pai, no qual a sua edificação era o exercitar o juízo e a justiça de forma que tudo sucedia bem…

E Deus então interpela a mais pertinente de todas as questões para um rei ” Julgou a causa do aflito e necessitado; então lhe sucedeu bem; porventura não é isto conhecer-me? diz o SENHOR. Para Deus, O conhecê-lo é tão somente abrigar em nosso seio o julgamento justo para o aflito e pobre.

Jeoaquim não conhecia Deus. Conhecia o Poder, a ganância e a violência. A sua prosperidade portanto era maligna, pois desconhecia o valor do próximo. Toda riqueza que se esbanja em detrimento dos desvalidos, é absolutamente maligna. É o próprio diabo.

O pior de tudo, o que hoje vemos, é essa corrida de meios para fins gananciosos das mais variadas expressões sendo religiosa, política e ideológica. A prosperidade maligna gera uma surdez espiritual. Deus fala e ele não ouvirá nunca, portanto tapou os ouvidos para o clamor dos pobres, cerrou os ouvidos a Deus. “Falei contigo na tua prosperidade, mas tu disseste: Não ouvirei. Este tem sido o teu caminho, desde a tua mocidade, pois nunca deste ouvidos à minha voz”.

Que Deus nos guarde da teimosia gerada pelo poder volúpio e da surdez ante a sua voz…E que nos livre de toda prosperidade que deflagra o bem do meu próximo…

Com carinho,

Mário Celso

PRECISA-SE DE PASTORES!

COMUNICADO

A Igreja Do Reino Mamonitária Pentecotriunfalista, está convocando pastores de “visão” para atender a demanda das milhares e milhares agências, ou melhor, igrejas que está se espalhando em todo o território nacional. Excelente Remuneração. Critérios para seleção:

  • Excelente apresentação de palco-púlpito para persuadir a massa, de preferência com ótimo porte físico para possíveis apresentações teatrais, com movimentos olimpísticos e dinâmicos, como também uma grave tonalidade de voz para objetivos estridentes;
  • Capacidade para criatividades evangelísticas em novas formas de expressões bem como na utilização de jargões, chavões, frases de efeitos, e outras variações neo-evangelísticas;
  • Atualizações frequentes de novos modismos;
  • Ter pelo menos 1 ano de experiência na onda RETETÉ;
  • Conhecer todas as falas, modos, gestos, imposição de voz, dos grandes evangelistas animadores da atualidade;
  • Excelente adaptação à regras, dogmas da instituição-manipuladora;
  • Imprescindível conhecimento da Teologia ODOD (ou dá ou desce), bem como as suas muitas afirmações mercadológicas da fé ;

Os interessados por favor entregar o currículo na Sede da IRMP. Endereço: Avenida do Capital, Número 900/7 Bairro Parai$o Cidade VIDA-TERRENAL.

____________________________________________________________

Essa é a Realidade.

Com tristeza,

Mário Celso


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: