Estou em crise, Senhor e agora?

Por que te conservas ao longe, Senhor? Por que te escondes em tempos de angústia?” Sl 10.1

Como podemos entender os desígnios divinos? como penetraremos no recôndito do seus planos?! Como Tu, Senhor, podes contemplar a crise que estou vivendo e silencia-te? Eis a angústia desse salmista.

O panorama circunstancial do qual vive o salmista, é rodeado de violência, pânicos, terrores de homens maus, que insidiosamente pertuba o fraco. O que ele assiste é a soberba tirania dos poderosos contra uma força-palha dos fracos.

O ímpio brinca de poder, gloria-se na sua força, desfaz de Deus, rouba os direitos dos pequenos,elocubra-se em cogitações malignas afirmando ser o deus-Eu, donde se tira toda sorte de peversidade.

Mas o que mais angustia o pobre salmista, é a “prosperidade” dos tais. O caminho do fortúnio se mostra a eles fortemente. Nada o abala. A sua boca se tornou um decreto de maldição. Com a sua língua vence todos os juízos. Mesmo sendo injusto, a “justiça” é alçada. Com isso vem emboscada, morte para o indefensável orfão.

O caminho do homem peverso é observado tristemente pelo salmista, do qual pertuba-se e questiona, “por que te conservas longe”. Por tanta cenas, de violência, injustiça,pisamento, sufocamento, morte de fracos, só poderia surgir uma oração-lamento.

Contextualizando hoje, as vezes me sinto sufocado, por tanta agressividade do homem caído, por tanta violência seja física, psicológica, doutrinária, religiosa, de homens cujo a força está em seu braço, o seu deus é um bruto sistema de ganância, esganando todo tipo de pobreza.

A crise urbana gera em mim uma crise existencial. Onde temos portanto a resposta? A resposta está na soberana e silenciosa ação de Deus que se levanta sobre tudo isso. O SENHOR é Rei e reinará soberanamente sobre todas as nações!

Deus não precisa de um defensor, não precisa de um poderio bélico, não precisa de nada disso. Ele mesmo se levanta sobre todos. A todos irão julgar. Nada escapará ante a Sua presença.

Os que brincam de deuses irão se desvanecer perante o Seu Poder.

Daí percebo que a minha crise acabará aqui. O conservar longe do Senhor, é apenas um teste…”terei tribulações por dez dias”… O salmista finda dizendo que o Senhor ouve a oração-desejo do manso e o conforta. Não existe alívio melhor para minha crise existencial quando tenho a certeza e a confiança de um Deus que me ouve, me alivia, conforta e cumpre os desejos do meu coração. E acima de tudo julga a causa do meu próximo, o oprimido. O meu desejo é também satisfeito com o bem-estar do meu vizinho!

Mário Celso, clamando ao Senhor ,

Teresina 24 de Setembro de 2009


3 respostas para “Estou em crise, Senhor e agora?

  • Marcello de Oliveira

    SHALOM!Uma alegria conhecer seu blog! Que o Eterno resplandeça o rosto DELE sobre ti.Medite em Salmos 16.11Nele, Pr MarceloP.s >> Visite: http://davarelohim.blogspot.com/E veja o texto:Nadabe e AbiuEm tempo: Veja também a matéria do meu novo livro: Mensagens que Transformam, que foi prefaciado pelo ilustre Rev. Hernandes Dias Lopes

  • Hermes C. Fernandes

    Caro Mário, obrigado por exibir meu banner em seu abençoado blog. Caso tenha algum banner do seu, me envia, que terei prazer em divulgá-lo no meu blog.Estou linkando seu blog lá.Abraço.P.S.Caso não esteja me seguindo ainda, será um prazer. Já estou lhe seguindo!

  • marianemartins

    Esse texto falou muito em meu coração!!!!!!!!!! Deus seja louvado em sua vida!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: