Amizades de velhos tempos

Quando abracei o evangelho em maio de 1994, logo conheci vários amigos e verdadeiros irmãos. Lembro que no dia seguinte após a minha conversão, apareceram amados irmãos me incentivando a prosseguir na jornada. Tudo era muito novo. Lembro até mesmo da primeira bíblia que eu ganhei presenteado pelo meu pai, as primeiras fitas cassetes de boas músicas cristãs, as primeiras conversas espirituais, as minhas primeiras dúvidas da minha fé ainda pueril.

Gente boa que conheci, me ensinando de forma amorosa a ter vida com o meu Salvador.

Bem, naquele tempo portanto a internet era raríssima, os nossos encontros reais se davam em meio a orações, estudo da Palavra e meditação. Bons encontros, boas conversas, também muitos erros cometidos, mas sanado com uma boa palavra de pessoas maduras.

O que quero dizer aqui, é que a internet tem um poder tanto de aproximar como de distanciar…Parece hoje, muito melhor falar com amigos pelo MSN do que indo em sua casa, conversando olhando para o seu rosto, orando com eles e por eles…

Lembro agora quando o apóstolo João escrevendo à senhora eleita(igreja) dizia em sua carta “…Embora tenha eu muitas coisas para vos escrever, não o quis fazer com papel e tinta; mas espero visitar-vos e falar face a face, para que o nosso gozo seja completo.” 2 JO 1.12

A alegria de João se concretizaria de forma plena, quando pudesse sentir, tocar, falar olhando na face, sem cera, sem dissimulação, mas com muito amor.

Nada é comparado com alegria da comunhão, de congregarmos, de conversar com os amados sem nada de RSRSRSRSR, ou de KKKKKK, mas sentindo a vibração cardíaca desse encontro…(risos)

Que as nossas reuniões sejam de fato momentos marcantes, não de uma simples “batida de carteira” em comunhão eclesiástica…mas vivência, prazer de contemplar a alegria do outro e sorrir também, mas de também chorar com eles, não como lamúria de novenas…

Bem, essa é só uma reflexão que bateu meu coração hoje

Que possamos expressar a essencialidade do Salmo 133…o bom e o agradável na companhia de irmãos…

Mário Celso, sem saudosismo de tempos mas com muita saudades de bons momentos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: