O tempo(kairos) de Jesus e as más obras

Disseram-lhe, então, seus irmãos: Retira-te daqui e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes. Porque ninguém faz coisa alguma em oculto, quando procura ser conhecido. Já que fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo”. Jo 7.3,4

O que mais me impressiona na vida e obra do Senhor Jesus, é o total desprendimento em relação ao que ele ouvia e murmuravam ao seu respeito . Ele, firme e resoluto em suas decisões não se deixava levar por palavras que fugiam da Vontade do Pai.

A cena de “expulsão” dos seus irmãos para a manifestação ao mundo, é a cena que se repete em meio ao mundo caído…Aliás a proposta do Diabo é e sempre foi essa…uma manifestação rebelde ao tempo oportuno de Deus.



A insinuação foi: Sai daqui e vai fazer as “obras”, para que o mundo se dobre aos seus pés…proposta semelhante a do Tentador no deserto quando diz “Tudo isso te darei se prostrado me adorares”. O que eles não compreendiam era a hora de Jesus. O seu kairos (tempo) oportuno e qualitativo. Para Deus o tempo kronos, quantitativo não faz muito ao seu estilo. A exatidão divina está fora dos aferimentos de medição humana.

Jesus entretanto lhes dizia “o meu tempo ainda não chegou, mas o vosso tempo sempre está presente”

O presente tempo do homem é sempre esse: Um externar de forma pública, a arrogância de sua projeção pessoal mesmo que sendo feito em nome de Deus. Na realidade esse é o espírito do mundo. Mundo esse do qual Jesus testifica das maldades das suas obras.


Ora, a afirmação é a seguinte: Toda obra(por mais que seja feita em nome de Deus) fora das cogitações, designios, e tempo-divino são todas obras mundanas, portanto são obras más!


E toda obra onde a volúpia do engano predomina como isca para apanhar pessoas mesmo que sejam milagres e sinais, são obras más!


Tais obras não pertence a Cristo. É por isso que Ele diz tão duramente ” Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade” Mateus 7.21-23



Essa é a minha reflexão de hoje



Mário Celso,


THE-PI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: