Amizade Fraterna: Em extinção!?


Leia I Samuel 18


Já havia postado aqui no meu Blog um texto sobre amizade. Nessa semana lendo sobre o rei Davi, me deparei com o texto do seu encontro com Jônatas. Encontro esse que resultou numa amizade sólida e despretensiosa.

Davi havia derrotado um gigante e encontra-se com o problemático Saul. Falou acerca da sua vida e da sua familia. O texto diz que no instante final da conversa de Davi, a alma dele se liga com a de Jônatas.

Bem, mas que tipo de ligação de alma é essa? Como a psicologia ou qualquer ciência comportamental explica isso? De onde deriva tanta empatia de um pelo outro? Não houve portanto nem uma “química” nisso, o processo foi simplesmente o amor fraterno que brotara em ambos, de forma que a “alma” (até porque na concepção judaica, alma e espírito é uma só essência, não havendo portanto nem uma separação como os gregos fizeram) entrou nessa junção.

O verbo “se ligou” no original tem a melhor idéia de “aglutinar-se”. Isso me causou perplexidade, pois houve uma aglutinação de almas. O que um sente o outro sentirá, isso sem nenhum esforço expositivo.

Portanto a amizade fraterna e verdadeira é um aglutinar-se de anseios e desejos pelo o bem do outro, com o melhor de si . Isso só acontece quando entra o “amar como a sua própria alma”.

O que me intrigou nessa relação de amizade sem interesse é o despojar de coisas úteis para a proteção e segurança de Davi. Uma preocupação constante do amigo Jônatas. No verso 4 diz ” Despojou-se Jônatas da CAPA que vestia e a deu a Davi, como também a ARMADURA, inclusive a ESPADA, o ARCO e o CINTO” .
Agora pense comigo nessa profunda dedicação de Jônatas para com Davi:
  1. Jônatas deu-lhe a capa- Simbolizando proteção;
  2. Deu também a Armadura- A segurança;
  3. Por sua vez a Espada- a Eficiência da sua amizade;
  4. O seu Arco-O Poder (note que Jônatas não tinha nenhuma pretensão pelo trono real, apesar de direito, porém reconheceu em Davi a devida nobreza);
  5. O cinto- A amizade, que fecha de fato esse elo e aliança de lealdade.

Essa é amizade que nasce espontânea e perdura até mesmo em momentos de crise. Essa amizade tornou-se proverbial…
Portanto pense bem que são os seus verdadeiros amigos…


Em Cristo, o Verdadeiro Amigo e que nos dá amigos

Mário Celso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: