Quando a Bíblia vira amuleto

O apego do homem a algo que concerne a sua fé, mesmo nos mais primordiais berço de civilizações, à coisas palpáveis, fetichadas, e substancais é marca do que lhe é próprio. A sua natureza, o espírito humano, o indomável desejo de ter um ente, um objeto, ou até si próprio como sombra ou projeção da sua espiritualidade, carrega nele a expressão de todas as formas de latria(expressão latina significado culto,devoção, adoração). Se colocarmos aqui uma lista de palavras conjuntas com este termo, teríamos uma lista cheia…

Até porque pode se colocar neologismos nela, como por exemplo, celularlatria, não precisa nem explicar…

Porém o que me levou a escrever esta reflexão, é um fato. Apesar de muitos cristãos pregarem contra a idolatria, o que vemos no entanto, são as mais diversas formas dela infiltrando-se na cristandade. Desde o culto a lideres, templos, lugares, e até a própria BÍBLIA.

Bibliolatria. Eis o termo. A produção de Bíblias-livro em todas as editoras se tornaram gigantescas. Existem Bíblias para todos os gostos. Bíblia disso, Bíblia daquilo, na maioria das vezes com notas partidárias, tendenciosas, manipuladoras e arrogantes!

A Bíblia-letrista mata a alma, a Bíblia-Palavra traz Vida. A Bíblia lida pelos os óculos da religião extingue o verdadeiro espírito do Evangelho. A Bíblia-humanizada escraviza homens, a Bíblia-Cristocêntrica liberta-os!

A Bíblia como amuleto, fetiche, salmonoventaeumdólatra (agradeço à lingua portuguesa, pela elasticidade que podemos dar a ela) ainda é forte no meio evangélico. Bíblia sendo usada como literalmente arma contra demônios, vemos isso aos torrões…

Desde o começo da minha fé preguei contra isso…A Palavra de Cristo te liberta disso, desse espírito letrista-farisaico-legalista…Por isso Jesus afirma” Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos”.

Quando temos a Palavra libertadora no coração, nasce então um ser que se molda na plenitude de Cristo. Quando temos e concretizamos ela no coração, ela deixa de ser versículos memorizados, mas transforma-se num Consciente de Viver, extendendo-se na prática diária.

Leia a Palavra-Bíblia, não a Bíblia-letra…Constitua no seu viver o Espírito que dela advém…

Assim se tornará prazerosa a leitura bíblica, desde que não seja LEItura…Você entendeu?

Com Amor à Palavra,

Mário Celso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: