O Púlpito Empoeirado

São tantas poluições existentes em nosso planeta, que uma ou outra nova poluição surgindo, não haverá tanto alarde…Visual, sonora, do ar,…Enfim são muitas!

Mas existem uma poluição que há séculos se infiltra nos pulmões, mentes e corações de muitos. A Poluição Religiosa.Em todos os prismas, estações, épocas, becos, palacetes, catedrais, salões,se encontra a mais bela e atraente sujeira humana. A religião, sempre será o esforço do homem em tentar a agradar a Deus em seus próprios atos meritórios.

Por consenquencia, dela surgem centenas de doenças e males, tais como farisaismo, fanatismo, modismo, heresia, sincretismo, marionetismo…E cada dia uma nova doença.

Porém existe uma doença silenciosa, da qual se instala no indivíduo de maneira sorrateira e astuciosa. É o evangelho-trans, causadora de males à fé em Cristo. Essa doença originou-se primariamente nos EUA, depois transmitida ao mundo inteiro, numa verdadeira pandemia, ou quem sabe pandemônios…

Como se imunizar de tais doenças, advinda dessa poluição? Somente pela PALAVRA. ” Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado” disse o Mestre Amado. É pela introdução da PALAVRA da Vida no Coração do homem que vem toda saúde espiritual. Dela sai a percepção e conhecimento da GRAÇA Salvadora. GRAÇA de graça!

O problema, é que os contagiados pela doença religiosa, insiste em propagar tal doença, mesmo afirmando serem sadios…

A velharia da Lei surge tomando lugar da Cruz, a poeira vetero-testamentária toma conta da maioria dos púlpitos das igrejas brasileiras. O véu ainda está ligada à face de muitos, sem poderem contemplar a Cristo.

A poeira da pregação legalista-mosaica está penetrando em muitos ambientes. A poeira dos púlpitos é inalada por todos os servos da Lei sem graça.

A “máscara” da Graça, deve ser usada nesses últimos dias da Igreja…A maior perseguição se avassala. Não é uma perseguição de espadas e aríetes…Mas uma perseguição ideológica-teologizada moldurada por modismos e sedimentada por milagreiros…

Que Deus nos guarde dessa poeira solta no ar…

Mário Celso

Uma resposta para “O Púlpito Empoeirado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: