A Multidão Das Tuas Misericórdias


Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; e, segundo a multidão das tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões”. Sl 51


Talvez esse seja o salmo mais conhecido entre os cristãos, pelo teor do pecado humano e da superabundante Graça perdoadora de Deus. O salmo de autoria de Davi, transcorre o que passou na sua alma…Ante o pecado e diante de Deus.
O reconhecimento da sua iniquidade gerava em Davi um coração disposto a oferecer a “cara” pra bater…O primeiro passo a ser perdoado é reconhecer conscientemente o seu erro e expô-lo a Deus. Pois se expressa ” Pequei contra ti, contra ti somente, e fiz o que é mal perante os teus olhos, de maneira que serás tido por justo no teu falar e puro no teu julgar”. Ele diz “contra ti”, de sorte que todo pecado é afronta a Deus. O pecado sempre afrontará à Verdade.

Ante o pecado, o salmista se via sujo (lava-me), somatizando-se na carne (os ossos que esmagaste), surdo pela infelicidade (faze-me ouvir júbilo e alegria), espírito e coração abaláveis( pela hediondez da maldade íntima e escondida), inconstância e degradação (sustenta-me com um espírito voluntário), perda considerável da eterna alegria ( restitui-me a alegria da tua salvação), apático pelo silêncio ( Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca manifestará os teus louvores ), camufladamente formal e religioso ( Pois não te comprazes em sacrifícios; do contrário, eu tos daria; e não te agradas de holocaustos).

Diante de Deus, só restava um pecador arrependido que apela para a riqueza da misericórdia divina, no qual diz “compadece-te de mim”. O que dizer diante de Deus? É somente afirmar “… de maneira que serás tido por justo no teu falar e puro no teu julgar…” Era o que salmista fez, dando sempre razão a Deus, pois esse é o sentido, a direção. Se somos sentenciados diante dele em razão dos nossos pecados, a nossa Única e Eterna opção é o aplacamento de sua ira, mediante a Propiciação do Cordeiro imolado antes da fundação do mundo.

A nossa injustiça causada pelo pecado é desfeita pela justificação do Filho de Deus…O “sê propício” somente é concretizado pela retirada da mancha do pecado em nossas vidas. ” Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro” I Jo 2.1

Daqui temos a “multidão das Suas misericórdias” nos assistindo e intercendendo-nos!

Não importa os teus muitos pecados…A multidão das misericórdias de Cristo prevalecerá…

Eu quero estar “perdido” sempre em meio essa MULTIDÃO!

Com Amor,

Mário Celso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: