Especulações Apocalípticas


Nos últimos anos, o homem pós-moderno abrigou-se numa cadeia de “apocalipse” global e emergente. Os filmes e documentários de então, todos inerentes ao assunto tem crescido fortemente.

O perigo que há em torno disso, são as grotescas especulações em torno dessa escatologia filosófica-urbana, podendo ser rica em muitas coisas, porém pobre biblicamente. O outro perigo, são as credibilidades lançadas ao tal fenômeno. Quando ocorreu a queda das torres do WTC, vi muita gente boa forçar textos bíblicos, principalmente do Livro de Apocalipse, para co-relacionar a idéia da tragédia do 11 de Setembro nos Estados Unidos, com a queda da Grande Babilônia.

Por mais parecido que seja as situações lá descrita no texto com o acontecido, pra mim são meras especulações apocalípticas. Um “forçar da barra bíblico” acontecem com os mediatistas “enganatológico” de plantão que se intrometem em assuntos complicadíssimo, donde não trará nenhuma edificação a fé de ninguém. O filme 2012 (que já rendeu para os bolsos dos seus idealizadores só na primeira semana 200 milhões de dólares) reflete esse síndrome fenomenológico de caráter apocalíptico.

Esse vírus de marketing sobre o fim dos tempos, gera na cabeça de muitos uma maior ignorância acerca da Escritura, e ainda uma paranóica crendice dos últimos dias.

Segundo o The Independent, quando o filme lançou os primeiros trailler em 12 de Novembro de 2008 mostrando um tsunami ao longo dos Himalaias e entrelaçando uma mensagem supostamente científica sugerindo que o mundo acabaria em 2012 e que os governos e a população mundial não estariam preparados para tais eventos, apelando assim uma “busca da verdade” na mente dos telespectadores- David Morrison da NASA recebeu mais 1000 perguntas de pessoas que achavam que o filme era genuíno, e condenou-o. “Eu mesmo tive casos de adolescentes escrevendo para mim dizendo que eles estão pensando em suicídio, porque não quero ver o fim do mundo”, disse ele. “Eu acho que quando você mente na internet e assusta as crianças, a fim de fazer um dinheirinho, que é eticamente errado.” Fonte: (17 October 2009). The Independent.

A indústria do medo especulativo dos últimos dias, lança as suas raízes para que o progresso do ofuscamento do genuíno avanço do Evangelho seja tão ávido nesses tenebrosos dias, afastando mais e mais as pessoas do Amor de Deus…” Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” (2 Cor 4.4)

A nossa conduta apregoeira cristã, verdadeiramente está pautada na mensagem da Cruz de Cristo e jamais nas especulações futurísticas…”
Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.” (Lc 9.60)

A essa preocupação dos últimos dias já de fato abrigava o coração dos discípulos. As perguntas deles caracteriza a indagação mundial, ” Dize-nos quando sucederão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e da consumação do século” (Mat 24.3). A resposta de Jesus é a declaração que deve brotar dos lábios dos pregadores dos últimos dias. A advertência foi ” Vede que ninguém vos engane.” Aliás o engano é a arma fatal dos dias hodiernos. Em todos os sentidos, inclusive no tom apocalíptico. Ainda Ele enfatiza “Porque virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos.” Ainda que a própria produção hollydiana se torne um cristo para muitos…

E o Livro do Apocalipse? Bem, mesmo contendo numerosas profecias de linguagens metáforicas, sugeria a você a fazer a leitura do Apocalipse olhando para o Cristo dos Evangelhos sem os exageros especulativos. Leia portanto como, a Revelação do Amor de Deus aos seus servos e a demanda dos seus justos juízos sobre todos que escolheram a viver fora dos Seus desígnios.

Com amor,

Mário Celso


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: