Retrato Da Obstinação Humana


“Porque eu sabia que eras obstinado, e a tua cerviz é um tendão de ferro, e tens a testa de bronze.” Isaías 48.4


A produção humana de teimosia e rebeldia se faz tão presente nesses dias caóticos. O homem pós-moderno através de suas muitas tecnologias e feitos incríveis, tem-se tornado um ser obstinado e duro. Um ser que parece não ter nenhum sentimento, nem alma que discerne, nem espírito que perceba a sua trágica caminhada.
A cada dia, percebo ‘gente’ convertendo-se na implacabilidade dos seus desafetos. A natureza corrompida e caída se faz tão notória e exacerbada nesses negros hodiernos dias. A rebelião a Deus, sempre foi a produção dessa obstinação e teimosia. A impenitência, indiferença, são marcas da atualidade.
Não vejo cura nessa doença escatológica e generalizada…Vejo a deflagração e a difusão da irracionalidade humana. Paulo estava certo ao afirmar que… ” Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis(perigosos)…” Estamos assistindo isso todos os dias, essa cadeia de combustão violenta da perversidade do gênero humano. Paulo prossegue dizendo que os homens serão: egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder.( 2 Tim 3)

Quando fazemos a leitura dessa lista sinistra, ficamos a pensar somente nos homens do “mundo”. Não! Dentro dos arraiais religiosos essa pintura animalesca abriga-se em muitos ornamentados e decorados corações (im)piedosos.
Parece até uma interpretação pessimista da vida, mas não é…O realismo da Palavra é tão chocante que as vezes as nossas mentes não quer conceber.
A expressão vívida da Palavra deixa-nos a reconhecer a nossa carnalidade,debilidade e pecado ante o Deus Santo e Justo. O Senhor continua a clamar, a bater nessa pederneira índole, convidando-nos à Sua misericórdia…” Viraram-me as costas e não o rosto; ainda que eu, começando de madrugada, os ensinava, eles não deram ouvidos, para receberem a advertência.(Jer 32.33)

Até quando essa geração perversa e doentia não atenderá ao chamado para o arrependimento e conversão? Se não houver uma metanóia certamente vai gerar paranóia. A minha tristeza é ver a muitos aplaudir a essa sociedade ‘rica’ e viciosa, sem declará-los a sua real pobreza, cegueira e nudez.
É hora de clamarmos em plenos pulmões…Enquanto não houver uma mudança radical de pensamentos, volições, desejos para a vida plena com Jesus, veremos uma série de inanimados e odiosos homens se debatendo, se destruindo e arruinando as suas almas e mentes…Serão semelhantes aos ‘grandes’ quando ouviram a Estevão afirmando-lhes homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido! Vocês sempre resistem ao Espírito Santo…

Mário Celso


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: