Arquivo do mês: março 2010

Vocifera, Voz de Fera!

Como é impressionante o fato dos homens soberbos serem censurados, advertidos em toda a Palavra de Deus. A arrogância predominante no coração do homem caído faz chover exaustivamente severas palavras contra os tais…

Se por um lado os humildes são premiados com galardões, por um outro os insolentes são rechaçados por Deus em suas aventuras malignidades terrenas. Quando na “sua gordura se encerram, com a boca falam soberbamente”(Sl 17.10), o levante é feito brutalizando almas e mentes, aprisionando fracos e débeis. O mundo moderno está situado em um estrutura de vulnerabilidades e vícios arrogantes. Os poderosos deleitam-se em seus manjares de volúpias e controle humano. Afinal uma das marcas dos fim dos tempos é a monitoração, o controle de vidas e a robotização de seres determinados pelos os ‘grandões’ desse maluco jogo de poder.

Não há cura para tal doença, ao menos que evidencie uma verdadeira conversão de mentes e atitudes. Espero que sim, de fato a minha oração é para que isso aconteça. Ainda que se mostrem piedosamente os donos da esperança,(e esse é o ano) vai soar dentro de mim a ‘contrapartida’ de Deus a nos dizer que ” quanto ao soberbo e presumido, zombador é o seu nome, procede com indignação e arrogância” (Prov. 21:24). Esse mau é evidenciado desde a queda e vai perdurar até a consumação de todas as coisas, conforme nos revela a Palavra.

À toda palavra frívola que se profere será passado pelo acrisolador divino. O juízo está à porta. Junto a minha fala com a mesma do salmista…” Corte o Senhor todos os lábios bajuladores, a língua que fala soberbamente” (Sl 12.3) afim de que caiam por terra as palavras dos que lisonjeiam o ego humanista, e a todos os dissimuladores e figurantes desse teatro carnal.

As vozes que se levantaram, e também presentemente se alastram e continuará se expressando são ecos da rebeldia intermitente no coração do homem reverberando contra Deus e a tudo que O concerne. A estes que vociferam contra a Luz, está a declaração…

“Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele. Judas 1.14,15

Com Amor

Mário Celso

Anúncios

Vocifera, voz de fera!

Como é impressionante o fato dos homens soberbos serem censurados, advertidos em toda a Palavra de Deus. A arrogância predominante no coração do homem caído faz chover exaustivamente severas palavras contra os tais…

Se por um lado os humildes são premiados com galardões, por um outro os insolentes são rechaçados por Deus em suas aventuras malignidades terrenas. Quando na “sua gordura se encerram, com a boca falam soberbamente”(Sl 17.10), o levante é feito brutalizando almas e mentes, aprisionando fracos e  débeis. O mundo moderno está situado em um estrutura de vulnerabilidades e vícios  arrogantes. Os poderosos deleitam-se em seus manjares de volúpias e controle humano. Afinal uma das marcas dos fim dos tempos é a monitoração, o controle de vidas e a robotização de seres determinados pelos os ‘grandões’ desse maluco jogo de poder.

Não há cura para tal doença, ao menos que evidencie uma verdadeira conversão de mentes e atitudes. Espero que sim, de fato a minha oração é para que isso aconteça. Ainda que se mostrem piedosamente os donos da esperança,(e esse é o ano) vai soar dentro de mim a ‘contrapartida’ de Deus a nos dizer que ” quanto ao soberbo e presumido, zombador é o seu nome, procede com indignação e arrogância” (Prov. 21:24). Esse mau é evidenciado desde a queda e vai perdurar até a consumação de todas as coisas, conforme nos revela a Palavra.

À toda palavra frívola que se profere será passado pelo acrisolador divino. O juízo está à porta. Junto a minha fala com a mesma do salmista…” Corte o Senhor todos os lábios bajuladores, a língua que fala soberbamente” (Sl 12.3) afim de que caiam por terra as palavras dos que lisonjeiam o ego humanista,  e a todos os dissimuladores e figurantes desse teatro carnal.

As vozes que se levantaram, e também presentemente se alastram e continuará se expressando são ecos da rebeldia intermitente no coração do homem reverberando contra Deus e a tudo que O concerne. A estes que vociferam contra a Luz, está a declaração…

 

“Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele. Judas 1.14,15

Com Amor

Mário Celso


A "Visão" Na Visão De Paulo


O que mais percebo e ouço com muito eco no meio evangélico durante muitos anos, é a concepção determinante do que seja visão divina de base bíblica para a vida cristã. É comum ouvirmos frases “Igreja tal…Uma igreja de visão…“, ou “pastor fulano de tal tem muita visão…“Ou ainda ” aquele irmão tem visões de Deus…” Existem portanto duas interpretações: Primeiro, no que tange ao plano futuro de aspecto mediato, a visão transcorre-se do fato de alguém produzir meios que veicule idéias imediatas para alcançar fins e propósitos pré-estabelecidos.Segundo, também ao que se refere a revelações e momentos extáticos de caráter sobrenatural, não se utilizando da média humana, e sim divina para determinado objetivo. Existem entretanto muitas outras idéias e comportamentos em torno do que seja VISÃO.

Não quero julgar nenhum desses comportamentos como que sejam errôneos, apenas quero lançar algumas luzes de acordo com a visão paulina no que se refere a uma visão. Por que o apóstolo das fraquezas era considerado como um homem de visão?
Primeiro, Porque a maior visão de Paulo era a visão em/de Cristo que o impulsionou a levar o evangelho…”Ao meio-dia, ó rei, vi no caminho uma luz do céu, que excedia o esplendor do sol, cuja claridade me envolveu a mim e aos que iam comigo. E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me falava, e em língua hebraica dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões. E disse eu: Quem és, Senhor? E ele respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; Mas levanta-te e põe-te sobre teus pés, porque te apareci por isto, para te pôr por ministro e testemunha tanto das coisas que tens visto como daquelas pelas quais te aparecerei ainda…At 26.13-15

Segundo, porque visão para Paulo se constituía em algo de evangelismo transcultural além das barreiras judaicas…” E Paulo teve de noite uma visão, em que se apresentou um homem da Macedónia, e lhe rogou, dizendo: Passa à Macedônia, e ajuda-nos.” At 16.9

Terceiro, porque para ele, visão também é está em atividade evangelísticamente Cristocêntrica no qual o compelia a testemunhar da graça salvadora de Cristo…”E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala, e não te cales; Porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade. At 18.9

Quarto, visão também está no fato de que para Paulo comprometer-se ao evangelho de Cristo, requereria do próprio Deus que o comissionou a adverti-lo e dirigi-lo no percurso de sua caminhada, dando-lhe orientações necessárias para o desenvolvimento do reino de Deus, sem nada do aspecto visionário humano…” E aconteceu que, tornando eu para Jerusalém, quando orava no templo, fui arrebatado para fora de mim. E vi aquele que me dizia: Dá-te pressa e sai apressadamente de Jerusalém; porque não receberão o teu testemunho acerca de mim…” At 22.18

Quinto, Toda disposição e ânimo necessário para realizar o chamado de Deus na vida de Paulo, proveio de(a) visão da obra inserida em seu coração para proclamar as virtudes do Reino…E na noite seguinte, apresentando-se-lhe o Senhor, disse: Paulo, tem ânimo; porque, como de mim testificaste em Jerusalém, assim importa que testifiques também em Roma…” At 23.11
Sexto, Porque ainda para Paulo, visões e revelações eram de fato marca para o seu apostolado, não evidenciando em nenhum momento a glorificação do seu próprio ego, mas sim transmitia a todos que quanto maior é a hipérbole e excelência das revelações (apokalipses) no seu ministério, maior também seria o quanto é padecer pelo nome de Cristo… Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas…” II Cor 12.1-5

E para finalizar, Paulo se mostrara obediente a essas visões que de fato foi a explicação do sucesso na sua carreira cristã…Porque essas visões o levou a visar a glória de Cristo em detrimento do esterco e fajuto progresso humano…Por isso, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial…At 26.19

Com Amor,


Mário Celso, Na mesma visão do Reino.

Pro-Feio-cia Parte III Os Delírios Profétidos

Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas, que entre vós profetizam; fazem-vos desvanecer; falam da visão do seu coração, não da boca do SENHOR.” Jeremias, O chorão.

Já comentei no texto passado, sobre os expectadores e despertadores de vãs esperanças baseados em suas enfatuadas profecias. Agora gostaria de refletir sobre a deliberação de profetas nos seus delírios espirituais.

O profeta que fala de coisas do seu coração, é talvez o mais perspicaz de todos os analistas. Ele sonda eventos que o rodeia, observa fatos, figura rostos, percebe os desejos das pessoas, analisa os seus gostos, a mensagem factual, e o contexto inserido em seu plano de convivência.

Ele jamais contraria a massa. A mensagem será delirante aos que deliram. Se o verdadeiro profeta prevê cativeiro, os agradadores profetas profetizarão bem-estar! Se o atalaia anuncia conversão e arrependimento, os ‘carismáticos’ profetas elevarão a estima e faz o povo cantar.

O negócio é delirar o povo, é ser visionário do próprio coração e atribuir isso a Deus…Em um delírio vantajoso a mensagem é mais atraente e ‘confortadora’… Como, pois, dizeis: Nós somos sábios, e a lei do SENHOR está conosco? Eis que em vão tem trabalhado a falsa pena dos escribas.


Quando falo de profetas não me refiro somente aos ‘titulares’ conveniados pelas igrejas neo-pentecostais, mas todo um conjunto de ideologias, ensinos e regras de acordo com o mundo de fantasia gospel. Seja qual for o movimento, a marcha segue rumo aos princípios regidos pela viciosa sociedade, fora dos padrões divinos estabelecidos na PALAVRA.

O que importar é gerar crentes-mercadores e consumidores dessas ‘ordineiras’ teologias baratas. Porém glorifico a Deus, que quanto mais sujeira aparecer nesse cenário brasileiro, mas posso ver o seu agir desnudando todos esses falsários mensageiros, bem como os seus proFEIOteios…Ele que diz… desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos; que faço tornar atrás os sábios, e converto em loucura o conhecimento deles…

Mário Celso

Pro-Feio-cia, Parte II O Perigo da Credibilidade

Lanço agora em torno do assunto, a credibilidade de alguns crentes à inúmeras ‘profecias’, bem como aos seus profetas-ídolos, até porque boa parte das convicções de alguns desses cristãos se baseiam nas elocubrações dos tais.

Os insolentes profetas self service, saem à procura de almas ávidas por qualquer coisa ou natureza que suas almas desejarem. Vai desde a esfera espiritual até os pormenores de desejos carnais. O importante é satisfazer o ideal anseio de suas ovelhas. A mensagem deve ser agradável, atraente e envolvente…Nada que resulte em abnegação! Mas sim em sonegação do âmbito e desígnio divino.

E disse-me o SENHOR: Os profetas profetizam falsamente no meu nome; nunca os enviei, nem lhes dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação, e vaidade, e o engano do seu coração é o que eles vos profetizam”. Jeremias 14.14

Quanto mais a volúpia de engano prevalecer em corações desses mensageiros, mais atratividade e coletividade de pensamentos. O nosso país está cheio desse sentimento cultivado pelos os donos e controladores dos destinos alheios. Isso porque controlam e investem nas mentes carregadas de culpas e fobias…Alimentam-se desse produto e caldo cultural atuante.

Seja religioso, político esse é o engano do coração e sentimento fajuto de profecia do bem-estar, quando todos no mal estão…E do mal se alimentam nessa pseudo segurança. E que indigestão terá que sorver, quando o mal lhe abater!

Tenho ouvido o que dizem aqueles profetas, profetizando mentiras em meu nome, dizendo: Sonhei, sonhei.” Jeremias 23.25

O crédito do povo se arroja em sonhos, e vãs esperanças e os ‘profeioteios’ são doutores nisso. Mesmo que o caos espiritual seja estabelecido, a mensagem triunfalista estará em arrimo! Mesmo que muitos não se arrependem e não sejam plenamentes convertidos…O que importa é levantar estimas e ânimos, mesmo que o coração seja corrompido.

Porquanto fizeram loucura em Israel, e cometeram adultério com as mulheres dos seus vizinhos, e anunciaram falsamente, em meu nome uma palavra, que não lhes mandei, e eu o sei e sou testemunha disso, diz o SENHOR”. Jeremias 29.23



É por isso que as ‘pro-feio-cias’ são sucessivamentes acrescidas em meio ao clamor dos corações não regenerados pela semente do Evangelho…

Mário Celso


Pro-FEIO-cia! A Série

Bem no começo da minha fé participei de uma vigília numa congregação em um povoado perto da minha cidade, e ali estava eu, com o coração cheio da graça e da alegria.Mas algo intrigante aconteceu! Eu sempre levava o meu velho violão, e como de praxe nessas pequenas igrejas a oportunidade era sempre dada aos visitantes ainda mais por está com um violão a tiracolo…(risos).

Bem, o clima estava gostoso…Enquanto eu cantava ouvia calorosos “aleluias”. Quando terminei de cantar, logo começamos um ‘período’ de oração, e uma senhora então veio nos passos como de bailarina naquele tom ‘espiritual’, aproximando-se de mim, falou-me assim: Assim diz o Senhor, vou trocar essa tua garganta e colocar uma outra…Eis que será uma garganta de ouro…E ainda te levarei para todos os continentes dessa terra…


Fiquei então pensando!!! Será que a minha voz veio com defeito de fábrica e o fabricante gostaria de trocá-la e logo por uma de ouro? Falei aquilo para alguns irmãos, uns diziam ‘isso é de Deus’, outros porém me advertia para tal coisa.

Uma coisa porém guardei no meu coração, ainda que neófito...” Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo…


Essa foi a primeira da série- Pro-Feio-cia!


Mário Celso

%d blogueiros gostam disto: