Vocifera, Voz de Fera!

Como é impressionante o fato dos homens soberbos serem censurados, advertidos em toda a Palavra de Deus. A arrogância predominante no coração do homem caído faz chover exaustivamente severas palavras contra os tais…

Se por um lado os humildes são premiados com galardões, por um outro os insolentes são rechaçados por Deus em suas aventuras malignidades terrenas. Quando na “sua gordura se encerram, com a boca falam soberbamente”(Sl 17.10), o levante é feito brutalizando almas e mentes, aprisionando fracos e débeis. O mundo moderno está situado em um estrutura de vulnerabilidades e vícios arrogantes. Os poderosos deleitam-se em seus manjares de volúpias e controle humano. Afinal uma das marcas dos fim dos tempos é a monitoração, o controle de vidas e a robotização de seres determinados pelos os ‘grandões’ desse maluco jogo de poder.

Não há cura para tal doença, ao menos que evidencie uma verdadeira conversão de mentes e atitudes. Espero que sim, de fato a minha oração é para que isso aconteça. Ainda que se mostrem piedosamente os donos da esperança,(e esse é o ano) vai soar dentro de mim a ‘contrapartida’ de Deus a nos dizer que ” quanto ao soberbo e presumido, zombador é o seu nome, procede com indignação e arrogância” (Prov. 21:24). Esse mau é evidenciado desde a queda e vai perdurar até a consumação de todas as coisas, conforme nos revela a Palavra.

À toda palavra frívola que se profere será passado pelo acrisolador divino. O juízo está à porta. Junto a minha fala com a mesma do salmista…” Corte o Senhor todos os lábios bajuladores, a língua que fala soberbamente” (Sl 12.3) afim de que caiam por terra as palavras dos que lisonjeiam o ego humanista, e a todos os dissimuladores e figurantes desse teatro carnal.

As vozes que se levantaram, e também presentemente se alastram e continuará se expressando são ecos da rebeldia intermitente no coração do homem reverberando contra Deus e a tudo que O concerne. A estes que vociferam contra a Luz, está a declaração…

“Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele. Judas 1.14,15

Com Amor

Mário Celso


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: