Casa De Quê!?

Por Mário Celso

Nos encontros entre cristãos não pode faltar a oração. Esse fato é inconteste. Porém a medida que se cresce os aparatos litúrgicos , como as muitas atrações e entretenimentos do templo, a oração vai se desvanecendo até morrer…Mata-se a compreensão do que seja o “sem cessar”. É claro que existem muitos mitos em torno da oração, como se a nossa oração só surtirá efeito se estivermos dentro de um contingente físico de um lugar-templo.


Em Jesus, o templo-referência só se concretiza com atitude de oração. “Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração…” Nessa Casa a oração é o elo de comunhão com o Criador. Nessa Casa até o nosso gemido deve está registrado com oração. Nessa Casa a quietude de alma e de coração também é uma oração. As palavras, pensamentos, meditações se constituem em oração. A reflexão e o arrazoamento de mentes respira-se com oração…Sem cessar, em atos de oração-amor que vão além das fisicalidades do templo, reverberando no nosso templo(corpo) em cada atitude ou rotinas da nossa vida.


Agora o que vejo é que no templo nada se discerne assim…O que vejo são shows, negócios e circos, que ajudam a entreter o povo e passar o tempo…E o tempo no templo passa. E o que se fala de orações mais se parece com treinos e ensaios…Resultado, ouve-se a rude palavra do Mestre…”Mas vós a tendes convertido em covil de ladrões…”






Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: