Arquivo da categoria: Bíblia

2011: Embates e Combates


O ano novo chega, com ele também perspectivas de toda sorte de coisas, sendo boas ou más… Claro como cristão cheio da Esperança em Deus, só devo anelar coisas dignas e louváveis. Porém a vida cristã não é tão ‘romântica’ assim.

Devo estar ciente que o dia mau virá…E só posso combatê-lo tendo consigo a armadura de Deus. É só refletir em Efésios 6.”No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.

Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.

Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.

Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;

E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;

Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.

Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;

Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos,

Ora, essa é a arma que constantemente peço a Deus para combater as potestades, hostes e principados de um mundo mau, terrivelmente mau e caído.

Que nos próximos dias da minha existência posso revestir-me firmemente dessa armadura que é de Deus, não humana e nem eclesiástica…CINGIR, VESTIR, CALÇAR E TOMAR com a VERDADE, JUSTIÇA, SALVAÇÃO.

Que 2011 venha! sendo mau ou bom, a minha armadura está posta…Qual porém é a tua fortaleza?

A minha fortaleza é o SENHOR!

Mário Celso


"Eis" O Pequeno Desapercebido


Muita das vezes ignoramos essa pequena palavra, (EIS) que aparece em algumas (não todas) versões bíblicas.Algumas versões omitem esse termo, porém por pequeno que seja a expressão “eis” traz consigo uma força e objetivo. E todas as vezes que fazia a leitura bíblica, me chamava atenção o “eis”. Lendo então uma Bíblia inglesa da versão Rei Tiago, a famosa King James Version, tive a curiosidade de ver essa expressão no inglês. “Behold”, essa é a expressão encontrada lá. Significando “ver, observar e perceber”.

Lendo depois no original grego observei a pequena palavra. A palavra “idou” é a equivalente “eis” na língua portuguesa. Ela aparece 202 vezes no Novo Testamento, sendo a segunda pessoa do singular, imperativo, voz média de “eido” significando “Veja, perceba com os olhos, note, discirna, descubra, preste atenção, observe, experimente algo, conheça, considere alguém, estime, inspecione e examine”.
Imagine só, tudo isso, com grandes significações em apenas uma expressão, claro, dependendo do texto onde ela esteja inserido. Cito agora alguns versículos onde é encontrado em algumas versões.

Os fariseus, porém, vendo isso, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos fazem o que não é lícito fazer em dia de sábado. MT 12.2

Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo ali! Não acrediteis; MT 24.23

Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto!, não saiais. Ou: Ei-lo no interior da casa!, não acrediteis. MT 24.26

(porque ele diz: Eu te ouvi no tempo da oportunidade e te socorri no dia da salvação; eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação); 2 COR 6.2

E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; {criatura; ou criação} as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. 2 COR 5.17

Eis aqui o meu servo, que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz. Farei repousar sobre ele o meu Espírito, e ele anunciará juízo aos gentios. MT12.18


Mário Celso



Quando a Bíblia vira amuleto

O apego do homem a algo que concerne a sua fé, mesmo nos mais primordiais berço de civilizações, à coisas palpáveis, fetichadas, e substancais é marca do que lhe é próprio. A sua natureza, o espírito humano, o indomável desejo de ter um ente, um objeto, ou até si próprio como sombra ou projeção da sua espiritualidade, carrega nele a expressão de todas as formas de latria(expressão latina significado culto,devoção, adoração). Se colocarmos aqui uma lista de palavras conjuntas com este termo, teríamos uma lista cheia…

Até porque pode se colocar neologismos nela, como por exemplo, celularlatria, não precisa nem explicar…

Porém o que me levou a escrever esta reflexão, é um fato. Apesar de muitos cristãos pregarem contra a idolatria, o que vemos no entanto, são as mais diversas formas dela infiltrando-se na cristandade. Desde o culto a lideres, templos, lugares, e até a própria BÍBLIA.

Bibliolatria. Eis o termo. A produção de Bíblias-livro em todas as editoras se tornaram gigantescas. Existem Bíblias para todos os gostos. Bíblia disso, Bíblia daquilo, na maioria das vezes com notas partidárias, tendenciosas, manipuladoras e arrogantes!

A Bíblia-letrista mata a alma, a Bíblia-Palavra traz Vida. A Bíblia lida pelos os óculos da religião extingue o verdadeiro espírito do Evangelho. A Bíblia-humanizada escraviza homens, a Bíblia-Cristocêntrica liberta-os!

A Bíblia como amuleto, fetiche, salmonoventaeumdólatra (agradeço à lingua portuguesa, pela elasticidade que podemos dar a ela) ainda é forte no meio evangélico. Bíblia sendo usada como literalmente arma contra demônios, vemos isso aos torrões…

Desde o começo da minha fé preguei contra isso…A Palavra de Cristo te liberta disso, desse espírito letrista-farisaico-legalista…Por isso Jesus afirma” Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos”.

Quando temos a Palavra libertadora no coração, nasce então um ser que se molda na plenitude de Cristo. Quando temos e concretizamos ela no coração, ela deixa de ser versículos memorizados, mas transforma-se num Consciente de Viver, extendendo-se na prática diária.

Leia a Palavra-Bíblia, não a Bíblia-letra…Constitua no seu viver o Espírito que dela advém…

Assim se tornará prazerosa a leitura bíblica, desde que não seja LEItura…Você entendeu?

Com Amor à Palavra,

Mário Celso

%d blogueiros gostam disto: