Arquivo da categoria: Curas e Milagres

O Perdão Divino Como Urgência Humana


Depois de uma dificuldade imensa de colocar o amigo numa maca, vencer uma multidão, subir de forma desumana com um esforço abismal uma casa judaica, abrir o telhado no ponto certo onde o Mestre estava, (Marcos 2) veio então a doce afirmativa do Mestre “Filho, Os teus pecados estão perdoados”.

O homem poderia voltar feliz para a sua casa, junto com os seus companheiros a despeito dessa Boa Notícia do Reino de Deus.
O Perdão dos pecados é a mais urgente atividade divina para toda a humanidade. O perdão de pecados é incomparavelmente melhor do que a cura física.
Porém como havia os “fiscais” da religião opressora, questionaram portanto o poder de Cristo em Perdoar pecados….E para a história ficar mais externalizada para os olhares religiosos, Jesus portanto cura o paralítico, asseverando assim a Sua Autoridade de Perdoar pecados.

Hoje a história se repete…Multidões sendo levadas pelas macas à procura de uma cura física…Mesmo que oferecendo-lhes a Graça perdoadora de Cristo, renega-O a segundo pavimento…Ora o PERDÃO é a mais urgente solução para o homem caído da Graça de Deus.

Mário Celso


Silêncio, O Mestre Ordena Ao Não-Manifesto!


Parece ser uma mega síndrome de narcisismo-manifesto, a atitude daqueles que usam a religião ou qualquer coisa do gênero para se valer em suas projeções pessoais, nas suas imagens vinculadas a sinais e poderes espirituais…O mais incrível de tudo isso que de tais “super-poderosos” muita gente se completa e se alimenta.

Há um ciclo vicioso, onde os ‘poderosos’ se projetam em suas aparições e manifestações e um grupo que credita e acredita em seus super poderes.
Quanto mais leio os Evangelhos, mais percebo a nitidez, a congruência de atos silenciosos do Cristo manifestado aos homens e ao mesmo tempo ordenando o Não-Manifesto. Os homens preferem o Manifesto, porém Cristo a quietude. Pregadores modernos gostam de público e de publicidades. Se algo “estrondoso” acontece nos seus encontros, tal “fé” vira show e grande índice de audiência.
Os Evangelhos nos leva a conhecer o Cristo sem holofotes, sem grandes picos de audiência e sem idéias megalomaníacas em torno de suas obras de misericórdia aos homens.
Ao encontro com o leproso e esboçando o seu desejo de saná-lo e curando com grande amor, Ele insta ao homem afirmando-lhe ” Olha, não o digas a ninguém…” A ouvir o clamor dos cegos pedindo-lhe a visão, e Ele os tocando com grande virtude os curando, mesmo assim os adverte com muita energia Cuidado para que ninguém o saiba!

Qualquer expressão de popularidade a Cristo, fora totalmente rejeitada por Ele. Um outro exemplo está na cura do homem da mão ressequida, no qual mesmo rodeado por muitos que se debruçava sobre a Lei, sofria de uma enfermidade em um dos seus membros. O homem estende a mão ao Mestre e a sua mão fica sã…Jesus retira-se até porque conluios dava sinais para o matarem e uma grande multidão o acompanha e a todos curam, com grande amor…Mas aí vem a recomendação do Nazareno, que de forma rigorosa adverte-os a não o manifestarem.(Mat. 12.16)
Querem mais? Lembra do ato miraculoso na vida da filha de Jairo? O tamanho do espanto e do assombro de todos que presenciaram aquele milagre foi proporcional a advertência de Jesus, mandando-lhes expressamente que ninguém o soubesse de tal maravilha.
É, cada vez fico com o Mestre e aprendo que todos os nossas atitudes, desde os ínfimos aos prodigiosos devem estar sob a quietude e o silêncio do Deus que ama a todos, sem alardes e merchandising espirituais.
Com Amor,
Mário Celso

Uma Moda Chamada "milagres"

A onda de modismos, movimentos, neo-movimentos carismáticos, loucuras “santas”, unções das mais variadas formas, tem de fato tomado de conta do cenário evangélico brasileiro. Muitas expressões made in usa outros portanto, fabricado em esquinas e fundos de igrejas que avassalam em todos os lugares. São as mais diversas formas e modelos de denominações que brincam de ministérios, e a Deus e a Sua Palavra não levam nada a sério.

Hoje, a igreja só terá sucesso se milagres, fogos, sinais e todas as superespiritualidades estiverem em voga…Alías o povo sempre gostará disso. Se milagres fossem a base para arrependimento sincero em muitos corações, Jesus não teria disso essa increpação, “Ai de ti, Corazim! ai de ti, Betsaida! porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, com saco e com cinza”.

O que vemos de fato e verdade é a busca desenfreada pelo sensacionalismo superficial de Deus, numa entrega barganhosa aos homens que detem esses artíficios para enredar o povo.

Eu prefiro acreditar na silenciosidade da operação divina, sem nenhum tipo de externalização de um milagre…O maior milagre que você pode receber é SALVAÇÃO operando eficazmente no coração do homem…

A igreja neotestamentária é o avesso da igreja moderna…Enquanto que a primeira é desenvolvimento do Reino de Deus para o coração do homem, num crescimento interno-vertical-horizontal nas suas multiformes operações advinda da Graça de Deus…A segunda portanto, é o crescimento do homem no reino humano de cobiça, superioridade, supremacias e autoridades originadas do coração que não cresceu na virtude, caridade e graça diante de Deus.

É uma pena, vermos um monte de gente sendo levados por essa onda animalesca da “fé”. Está-se criando um monstro cristão em um coração de muitas pessoas. É a nova geração tomada pelo surto de crescimento pagão-evangélico.

Os sinais e prodígios verdadeiros são oriundos de um coração novo nascido. Os sinais não aumentarão a minha fé, mas a minha fé uma vez confirmada produzirá sinais, sem que esses perfazem a minha comunhão com Deus.

Quando lemos que “… E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram”, vemos então a cooperação do próprio Deus na confirmação da Sua Palavra. Uma vez que a base para todas as operosidades divinas tem a fundamentação da Palavra. Sinais sem Palavra é puro charlatanismo, e curanderismo…Palavra com Sinais, é a cooperação de Deus para com os homens.

Em outras ocasiões se Deus assim permitir estarei falando mais sobre assunto…

Com Temor e tremor,

Mário Celso

Desafios e Verdadeiros Milagres

Leia Atos 19
Paulo estava na sua terceira viagem missionária. Na cidade de Éfeso, ele tem uma porção de pessoas para cuidar, ensinar e pastorear. Até existiam por ali alguns discípulos que somente ouviram falar na rudimentar mensagem de João.

A graça de Deus na vida de Paulo, ornamentada com os dons espirituais, faz-se abundar na vida de todos que o rodeavam. O primeiro desafio, foi de caráter carismático. Havia portanto uma ignorância a respeito dos dons. Desafio vencido!
O segundo desafio portanto, era de origem teológica, pois Paulo infiltra-se em sinagoga judaica ali instalada, e “ousadamente falava por três meses, discutindo e persuadindo acerca do reino de Deus” . Desafio perdido (em parte) pois alguns de forma arbitrária endureceram o coração e falavam mal do Caminho (termo usado pelos opositores do evangelho pregado pelos cristãos primitivos), outros porém continuam a ouvir Paulo em Escola de Tirano(uma sala de aula alugada, onde os cristãos se reuniram para estudar a Palavra).
O objetivo ali era preparar homens para a obra de evangelização. Nasceram frutos poderosos. Epafras começa ali, conservo e discípulo de Paulo. Dessa escola surgiram a Carta aos Efésios e a de Colossenses. Portas fechadas na Sinagoga (lugar de culto religioso), porta aberta em escola(lugar secular) para proclamação do Evangelho para todos da Ásia.
O terceiro desafio, de natureza exorcista. Defronta-se com homens judeus, filhos de sumo-sacerdote, na vã tentativa de exorcizar alguns possessos. O interessante do fato é que Paulo está neutro nessa história toda. Os demônios reconhecem Paulo, desconhecem os homens e os subjugam numa total vergonha. Desafio vencido! O próprio mundo espiritual testifica do poder na vida de Paulo.
Essa luta espiritual resultou em conversões, e prevalecimento do Nome do Senhor, bem como crescimento da Sua Palavra.
Diante de tudo isso, Deus, pelas mãos de Paulo fazia milagres extraordinários. Milagres acontecem quando desafios são vencidos, o pragmatismo é quebrado, a religiosidade cessa, discernimentos espirituais emanam, fluidez do Espírito é manifestada, vidas se arrependem “confessando e denunciando publicamente as suas próprias obras” , o Evangelho é disseminado com ousadia e acima de tudo “a Palavra do Senhor que crescia e prevalecia poderosamente”, toma espaço no coração e na vida de muita gente naquele lugar.

No Evangelho “Milagres extraordinários” é isso. Qualquer show de milagres em escala industrial, fora do escopo da Mensagem do Evangelho, constitui-se em modismos e criatividades de cunho humano apenas para seduzir pessoas.
Este é o meu pensamento acerca de milagres.
Com Amor,
Mário Celso

%d blogueiros gostam disto: